Ocultar infoMostrar info

Arq. Residencial  

BENVENUTO

Cliente: CONSTRUTORA VOLPATO

Área: 5.107,35 m²

Local: ITACORUBI | FPOLIS | SC

Ano: 2012

Status: OBRA EM ANDAMENTO

ensões estreitas e o aclive acentuado do terreno foram o ponto de partida do planejamento arquitetônico deste residencial, no bairro Itacorubi, em Florianópolis. O que poderia ser um problema foi usado a favor do projeto pelos arquitetos, que também se valeram do fato de o residencial ser implantado em uma esquina.

O desenho de volumes marcantes com linhas assimétricas imprimiu dinamismo às fachadas, e resultou da preocupação em adequar o empreendimento ao espaço. As grandes linhas horizontais fazem ainda o papel de abrigo de sacadas e brises, proporcionando leveza e ajudando a amenizar a incidência de sol.
A composição arquitetônica privilegiando as formas limpas e modernas é reforçada pelo uso mesclado de materiais mais quentes. Entre os elementos escolhidos estão a tijoleta cerâmica e o porcelanato amadeirado, aplicados nas duas empenas principais do prédio e que dividem os volumes do edifício. O recurso criou duas faces diferentes, como num jogo positivo/negativo, invertendo as cores de revestimento e diversificando as fachadas. Além das sacadas, formas diferenciadas na composição dos volumes aparecem em outros espaços, como nos livings de janelas panorâmicas e nas suítes, resultando na amplitude desses espaços.

Totalizando 5.096,00 m² de área construída, a torre de 13 andares é composta por nove pavimentos com quatro apartamentos de dois dormitórios, sendo uma suíte, com áreas entre 67 m² e 80 m². Conta, ainda, com o ático com dois apartamentos de cobertura. Nos três primeiros andares ficam os níveis de garagem e acesso ao térreo, onde estão localizadas também as áreas de lazer compartilhado do residencial e o playground.

Os itens de sustentabilidade permearam todo o projeto. A melhor implantação foi garantida incorporando os pavimentos de garagem ao volume do edifício, que acompanham a declividade da rua lateral e harmonizam o desenho com a paisagem. Sistemas de racionalização da água e energia, assim como uso de materiais de menor impacto ambiental também foram previstos. O paisagismo para as áreas de acesso e jardins laterais é composto por plantas nativas e adaptáveis ao local.


ARQ. IVANA LUCY SZCZUK